Demandas do movimento Hip Hop serão discutidas no dia 15 na sede do MPTO.



O Ministério Público do Tocantins (MPTO) promove, em 15 de maio, às 14h, uma atividade de escuta social, com o objetivo de levantar e debater as demandas coletivas do movimento Hip Hop de Palmas. Estão convidadas crianças, adolescentes e jovens deste movimento cultural, organizações não governamentais, movimentos sociais, instituições acadêmicas e público em geral. O evento ocorre no auditório do 1º piso da instituição.



A escuta social será realizada pela 21ª Promotoria de Justiça da Capital, como parte do projeto CulturaMP, que é desenvolvido com o objetivo de identificar e debater, com crianças, adolescentes e jovens de escolas públicas, questões sobre violência, racismo e direito à participação, bem como de dar visibilidade à cultura Hip Hop. A proposta é utilizar o Hip Hop como ferramenta para a interlocução com o público infanto-juvenil e proporcionar um espaço para que os MCs possam expressar sua arte mostrando para a sociedade que o Hip Hop, em suas diversas formas de expressão, pode contribuir para a superação dos conflitos que envolvem a adolescência e para a criação de alternativas emancipadoras para o público juvenil, que no seu cotidiano tem sofrido com problemas como a depressão e a automutilação.



Por meio do projeto Cultura MP, a 21ª Promotoria de Justiça da Capital tem realizado reuniões com o poder público municipal para discutir estratégias de fortalecimento da cultura Hip Hop, inclusive, em dezembro 2018 foi realizado o circuito cultural Batalha Solidária no Ginásysio Ayrton Senna, em Palmas, momento em que as crianças e adolescentes protagonizaram as apresentações culturais e tiveram a oportunidade de discutir seus problemas e anseios por meio das expressões da cultura do Hip Hop. (Flávio Herculano)

Fonte: Assessoria de Comunicação Ministério Publico do Estado do Tocantins.

Comentários